Mensagem da Semana

Perguntaram se estava bem…

Me perguntaram se estava bem e demorei a responder. Fiquei pensando se falava a verdade de que não estava bem. Afinal, uma série de coisas acontecendo como dificuldades financeiras para realizar desejos meus e de meus filhos e cônjuge, pessoas que nos magoam e frustram nossas expectativas. Enfim, uma sensação que assalta o pensamento de que só há muros no caminho. Então de repente, veio um lampejo de supra consciência e iluminação: a verdadeira verdade! E respondi: estou muito bem porque tenho tudo. O ter tudo significa estar aqui nesse plano do Universo com todas as possibilidades de estar vivo e oportunidades de aprender a Ser. Inclusive, me foi dado o mais importante: a capacidade de escolher o que fazer, como fazer e pra que fazer e, ninguém e nada no Universo é capaz de interferir na minha escolha. O melhor ainda é: o que eu faço, irá trazer de volta a mim o que fiz e é claro, isso é...
Leia mais

Um Ponto Fundamental

O comprometimento é algo que todos querem que as pessoas tenham quando são contratadas e/ou convidados a realizarem qualquer atividade, seja profissional ou social. Para termos uma chance de alcançarmos o comprometimento esperado, precisamos iniciar esse processo conosco mesmo. Inicia-se na capacidade que temos de relacionar com integridade e coerência. Isso faz com que as pessoas se comprometam e cooperem conosco. Para isso é preciso estabelecer constantemente o espírito da confiança. Devemos buscar sempre potencializar alguns pontos: analisar as situações em que houve um descomprometimento com alguma tarefa, para localizar as causas e eliminá-las no futuro; informar aos outros quando não poderemos cumprir com uma tarefa, para não perder nossa credibilidade; reconhecer nossos erros perante os demais; habituarmos a fazer planejamento para diminuir retrabalhos. Devemos agir de acordo com o que pensamos e falamos: esse é um ponto fundamental.  ...
Leia mais

Ofensas…

'Qualquer pensamento, palavra ou comportamento negativo ou positivo que lançamos à alguém, tenha certeza do seguinte: em sua  maioria são as projeções do íntimo de nosso caráter que projetamos no outro' É extremamente desnecessário se envolver com aquilo que as pessoas falam a seu respeito com a intenção de lhe ofender. Se te chamam de FDP ou te mandam a PQP, pense bem antes de se melindrar a ponto até de ter comportamentos que podem te prejudicar tremendamente. Se sua mãe é ou era realmente uma prostituta, não há nenhuma inverdade e, portanto não poderá se sentir ofendido. Agora se não der conta de aceitar essa escolha dela, sugiro que faça uma terapia. Caso, ela não é ou era, é loucura se importar, pois está duvidando da realidade dos fatos e pondo sua mãe em situação duvidosa. Aí, estará jogando pedras nela. Qualquer pensamento, palavra ou comportamento negativo ou positivo que lançamos à alguém, tenha certeza do seguinte: em sua  maioria...
Leia mais

Gerenciamento de pessoas

É quase que generalizada a crença de que pessoas são gerenciáveis. Ledo engano. As pessoas odeiam ser dirigidas, conduzidas, monitoradas, controladas, seja lá o que for nesse sentido. Tomemos cuidado para não confundir com pessoas devido a seus estados psicoemocionais, que patologicamente colocam suas vidas nas mãos dos outros. Alcançar resultados por intermédio das habilidades e competências humanas, requer um processo minucioso de intercomunicação capaz de desfazer os “nós” dos egos dos envolvidos no processo. Os “nós” são desde a vaidade, passando pelo orgulho e culminando na ganância humana e seus derivados. Portanto, os gestores de qualquer segmento e escalão deverão começar a educarem-se espiritualmente em seus “nós” para dar conta dos “nós” alheios, que se diferenciam apenas pelas suas dimensões. Do contrário, permanecer nessa “luta” a conquistas pessoais advindas das realizações no trabalho, nunca terão final feliz a todos....
Leia mais

Eu comigo mesmo

A realidade de nossa existência e do planeta que nos abriga e permite vivermos nossas experiências físicas, materiais e espirituais, está em acelerado ritmo de transformações. Por sermos seres semi humanos (não conseguimos ainda alcançar a moral do Espírito do Ser Humano, projetado pelas Leis Supremas do Cosmos - Deus) preferimos nos autoenganar de que nada está acontecendo e no muito lamentamos os acontecimentos desastrosos em todas as esferas da vida do planeta e na nossa, mas, também, só quando eles batem à nossa porta individual. Tá passando da hora de adotarmos de forma sistemática a autoreflexão. É dela que surge o crescimento e o desenvolvimento de si próprio, da tecnologia e qualquer outra coisa. A autoreflexão é pré-requisito para o conhecer, desenvolver, educar, refletir... É através dela que se instala a autoconsciência que disponibilizará a clareza conceitual das realidades e, por sua vez, podermos lançar mão da imaginação, criatividade e discernimento na escolha de opções às soluções de problemas. ...
Leia mais

Duas formas de loucura

“Conhece-te a ti mesmo”, assim falou Sócrates na Grécia Antiga e a inscrição está no templo de Apolo em Delfos. Os romanos menos filósofos e mais pragmáticos disseram: “Silenciamos a respeito de nós próprios”. Goethe ironizou: “ Comecei a ver o que sou e sai correndo”. Piaget foi direto e duro: “Sei bem que o eu é odiável”. Seja lá como for nunca somos exatamente o que imaginamos, ou queríamos ser... Esse é o desafio para viver intensamente o que estamos experienciando na vida. É a oportunidade para desenvolver-se! Um dos caminhos é o do autoconhecimento. Ele nos leva ao autocontrole, tão essencial ao alcance de maior leveza do nosso Ser. Mas, cuidado porque o autocontrole em excesso nos leva a altas expectativas, níveis elevados de ansiedade e até medo de si mesmo; cobranças terríveis, que acabam nos empurrando para conflitos existenciais. A falta do autoconhecimento é loucura, seu excesso também!...
Leia mais

Somos um

Há um engano quando pensamos que somos nós que vivemos. Somos todos vivificados. Nosso corpo pela inteligência universal primordial, por intermédio das leis da eletricidade e do magnetismo; dois elementos fundamentais para a constituição da vida material. Nosso espírito (a essência do Ser), que ocupa a matéria para experienciar uma existência, pela criação e vontade de Deus, também. Somos ligados a tudo porque tudo faz parte de nós. A prova disso é que quando o outro sofre, sofremos; se entristece, entristecemos; se alegra, nos alegramos; se brigam conosco, brigamos também. Por isso nos compadecemos com as catástrofes a muitos quilômetros de distância de nós, com pessoas que nem sabemos quem são. Isso porque somos um....
Leia mais

Siga avante

Por volta de 1880, George Eastman inventou o filme e a máquina fotográfica, dando origem à Kodak. Uma inovação que fez prosperar o mundo da fotografia por décadas. Quase cem anos depois, a própria Kodak inventou a fotografia digital, porém ignorou-a por entender como uma ameaça ao seu principal e próspero negócio de fabricação de filmes e produtos para revelação. Em poucos anos, várias outras empresas mundiais, que sequer tinham know-how no ramo de fotografia, espalharam pelo mundo uma infinidades de modelos de câmeras digitais e smartphones, descomplicados e fáceis de usar. A Kodak, depois disso, perdeu espaço, teve que vender algumas empresas do grupo, e há vários anos vem tentando, com dificuldade, se manter no mercado. Moral da história: Viver de realizações passadas seria o mesmo que dizer: “temos um enorme passado pela frente”, porque o que nos trouxe até aqui, pode não ser o que nos levará onde desejamos chegar. Futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas o...
Leia mais

A porta de entrada

O sonho é a porta de entrada para nossa alma. Buscar a realização dos sonhos, ajudar a dar forma a eles, é sair da mesmice. Lidar com o seu sonho é lidar com o que você tem de mais poderoso e adormecido dentro de si. Quando você se envolver na busca de seus sonhos fatalmente irá lidar com a vontade de criar, de ir além dos seus limites aparentes da sua realidade. Sonhe, sonhe muito e sempre!...
Leia mais

A mesmice do homem

A vaidade leva o homem a ter a sensação de poderes ilimitados. Mas, ele é o mesmo homem de todos os séculos: as mesmas funções fisiológicas, biológicas e psicológicas. É a própria mesmice da espécie. Apesar de ter a oportunidade de ser novo,  trocando a raiva, a tristeza e o medo pela alegria e pelo amor, quão difícil é-lhe esta tarefa magnânima. Prefere ficar exilado na ideia do falso poder e dizer o que não deve, fazer o que não deve, ofender pessoas e a si próprio, brigar, caluniar, blasfemar, mal dizer, praticar a ingratidão, não perdoar e até matar o próximo. Prefere correr atrás do vento sem ao menos saber do seu verdadeiro paradeiro....
Leia mais