Estado SP

Mais de 40% dos cigarros vendidos em São Paulo vêm do contrabando

Mais de 40% dos cigarros vendidos no estado de São Paulo são contrabandeados, segundo estimativa da Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF). Segundo estudo elaborado pela entidade, foram comercializados, no primeiro semestre deste ano, 8,7 bilhões de cigarros legalizados e 6,8 bilhões de unidades que não pagaram impostos. Com isso, o governo estadual deixou de arrecadar R$ 1,6 bilhão. Para o diretor da ABCF, Rodolpho Ramazzini, a crise econômica está impulsionando os mercados ilegais no país. “O Brasil nunca esteve em uma crise econômica como essa que faz com que os consumidores migrem para produtos mais baratos e, obviamente, contrabando, por não pagar imposto, tem um preço muito mais baixo”, ressaltou. A associação estima que outros setores também tenham índices significativos de ilegalidade. De acordo com as projeções da entidade, 45% dos produtos de confecção no estado de São Paulo vem do contrabando, no ramo das autopeças o percentual chega a 40% e entre as bebidas, 35%. Outro fator que...
Leia mais

Justiça libera cobrança diferenciada entre homens e mulheres em São Paulo

Uma liminar da 17ª Vara Federal Cível de São Paulo suspendeu a nota técnica do Ministério da Justiça que impedia a cobrança de preços diferentes entre homens e mulheres em locais como bares e restaurantes. A decisão do juiz federal Paulo Cezar Duran atendeu a um pedido da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes e vale apenas para os estabelecimentos filiados à entidade no estado de São Paulo. A Advocacia-Geral da União (AGU) informou que vai recorrer da decisão. A regulamentação impedindo diferença na cobrança foi publicada pela Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor do ministério no início de julho. A secretaria considera que cobrar preços menores para o público feminino é uma prática comercial abusiva, que afronta a dignidade da pessoa humana, por usar as mulheres como estratégia de marketing. A fiscalização da aplicação da norma deveria começar na próxima sexta-feira (5). “A distinção entre homens e mulher na hora de fazer o marketing para atrair os consumidores para aquela relação consumerista, no...
Leia mais

Mortes em ações policiais em SP bate recorde; especialistas criticam omissão

No primeiro semestre deste ano, as ações policiais do estado de São Paulo mataram 459 pessoas, o maior número dos últimos 14 anos, na comparação com os primeiros seis meses dos anos anteriores. O número crescente de mortes durante ações das polícias civil e militar, revelados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), preocupa especialistas. Pesquisadores em segurança pública alertam que as execuções de pessoas e a omissão do poder público diante do tema têm sido a política de segurança pública do estado de São Paulo. O balanço do FBSP é um compilado a partir de dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Desde 2001, quando a SSP começou a contabilizar as estatísticas criminais, o índice do primeiro semestre de 2017 só perde para o ano de 2003, quando foram mortas 487 pessoas. Os números apontam ainda que, neste primeiro semestre, 30 policiais civis e militares foram mortos em serviço e de folga no estado, o menor número desde...
Leia mais

São Paulo tem 2 milhões de desempregados

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo ficou relativamente estável com leve queda de 18,8% em maio para 18,6% em junho. Os dados são da pesquisa da Fundação Seade e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O total de desempregados em junho foi estimado em 2,07 milhões de pessoas, 42 mil a menos do que em maio. Houve 0,6% de redução no nível de ocupação, com eliminação de 59 mil postos de trabalho. Na população economicamente ativa também houve queda, porque 101 mil pessoas deixaram o mercado de trabalho. Números explicam pesquisa Entre os setores, houve decréscimo de 1,3% na indústria de transformação, com eliminação de 18 mil postos de trabalho, no comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, com queda 56 mil postos, em percentual de 3,4%. A construção acusou leve baixa de 4 mil postos, ou 0,7%, e os serviços tiveram relativa estabilidade, com alta de 0,4% e criação de 19 mil postos de...
Leia mais

Indústria paulista fecha 9,5 mil vagas de emprego em junho, revela pesquisa

A indústria paulista demitiu 9,5 mil trabalhadores em junho, o que representa queda de 0,44% na comparação com o mês anterior. No acumulado do primeiro semestre, os números foram positivos, com 10 mil novas vagas de trabalho, o melhor resultado desde 2013. Os dados são da Pesquisa de Nível de Emprego em âmbito estadual da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Entre os 22 setores pesquisados, apenas o de couro e calçados ficou positivo, com geração de 233 vagas. O resultado foi negativo em 17 setores e quatro permaneceram estáveis. Entre os que tiveram resultado negativo, o destaque foi produtos alimentícios, que fechou 2,3 mil vagas. Impressão e reprodução de gravações fechou 1.332 vagas, bebidas tiveram redução de 1.302 vagas e móveis, queda de 1.118. Nas 36 regiões paulistas, 17 tiveram alta, com destaque para Jaú (1,13%), influenciada pelo setor de produtos de metal (18,18%) e produtos alimentícios (1,16%). Em São Caetano do Sul, houve alta de...
Leia mais

Operação prende 12 policiais suspeitos de acobertar rede de casas de jogos

Uma operação da Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público estadual (Gaeco) prendeu nesta quarta-feira (5) 22 duas pessoas acusadas de participar de uma organização criminosa que mantinha uma rede de casas de jogos ilícitos. Entre os presos estão oito policiais militares e quatro civis. As prisões são temporárias, com duração de cinco dias. Um dos policiais civis preso trabalhava na Corregedoria da instituição. Segundo o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves, os policiais envolvidos atuavam na proteção das casas de jogos ilícios, além de repassarem informações sobre investigações em andamento. “A maior parte dos policiais trabalhava no sentido de dar proteção à associação criminosa. Tudo indica que eles recebiam uma retribuição financeira fixa para exercer esse acobertamento da atividade criminosa”, disse o secretário em entrevista coletiva. De acordo com a SSP, foram apreendidas 652 máquinas de jogos de azar nas 11 cidades em...
Leia mais

Justiça paulista determina que ex-médico Roger Abdelmassih volte para a cadeia

Nove dias depois de ter recebido autorização para cumprir pena em prisão domiciliar, o ex-médico Roger Abdelmassih, de 74 anos, terá de retornar à Penitenciária de Tremembé, em São Paulo, por determinação da Justiça, que acolheu pedido do Ministério Público do Estado de São Paulo. Condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros de 37 pacientes, Abdelmassih tinha conseguido, no último dia 21, o relaxamento do regime fechado por recurso movido junto à 1ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté, alegando motivo de saúde. A decisão foi derrubada pelo desembargador José Raul Gavião de Almeida, da 6ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, que concedeu liminar com base no pedido do promotor de Justiça Luiz Marcelo Negrini de Oliveira Mattos. Em seu despacho, o desembargador destacou que, apesar de ser atestado que o ex-médico” é portador de doença coronariana grave com recomendação de tratamento clínico”, isso não o impede de voltar à...
Leia mais

Pedágio nas rodovias paulistas terá reajuste a partir de 1º de julho

O pedágio nas rodovias estaduais paulistas terá aumento de até R$ 0,20 em 805 praças, de acordo com o reajuste contratual anual das tarifas que entra em vigor a partir da 0h do dia 1º de julho, de acordo com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). A tabela completa com as novas tarifas foi publicada no Diário Oficial do Estado no último sábado. Desde 1998, início do Programa de Concessões em São Paulo, o reajuste é aplicado sempre no dia 1º de julho, data estipulada nos contratos das atuais 20 concessionárias de rodovias paulistas. Segundo a Artesp, os índices autorizados são os menores em 11 anos. Em 12 concessionárias será aplicado o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) acumulado nos últimos doze meses, que foi de 1,57%. Em mais oito concessionárias, a taxa contratual é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que registrou 3,59% no período. Com isso, na maioria das praças...
Leia mais

Estupros e roubos aumentam em maio no estado de São Paulo e na capital paulista

Os crimes de estupro, latrocínio, roubos em geral e roubos de carga aumentaram no estado e na cidade de São Paulo em maio deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo as estatísticas criminais divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP). Já os homicídios dolosos caíram tanto no estado como na capital, considerando o mesmo período de comparação. Foram registrados 943 casos de estupro em maio deste ano, o que representa aumento de 38,07% em comparação com o mesmo mês de 2016 ou 260 ocorrências a mais do que no ano passado. Na capital, os estupros subiram 22,28% no mês, o que representa um acréscimo de 41 registros. O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves, atribuiu o aumento no número de estupros ao aumento das notificações. “A gente tem observado uma notificação maior também em crimes cometidos contra as mulheres, principalmente no transporte coletivo, importunação ofensiva ao pudor, que são crimes...
Leia mais

Polícia já prendeu 144 suspeitos de tráfico na Cracolândia

Desde a operação policial do dia 21 de maio na Cracolândia, 144 pessoas foram presas na região central da capital paulista, suspeitas de tráfico de drogas. Segundo o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Barbosa, as detenções, que incluem 13 adolescentes, são o resultado do aumento do policiamento na área. O próprio deslocamento da aglomeração de usuários pode, de acordo com o secretário, ser um indicativo dos resultados da polícia. “Se qualquer organização criminosa está vendo a necessidade de mudar de um lugar para o outro, o que eu estou vendo é eficiência da polícia”, disse. Os usuários de drogas que estavam concentrados na Praça Princesa Isabel foram, na noite da última quarta-feira (21), para a esquina da Rua Helvetia, próximo à Estação Julio Prestes. A nova mudança da principal aglomeração da Cracolândia ocorre exatamente um mês após a operação policial que destruiu as barracas improvisadas do chamado fluxo e prendeu pessoas acusadas de tráfico. O local atual...
Leia mais